Andrologia

service-image

Andrologia

Assim como as mulheres, os homens têm ao longo de sua vida uma série de mudanças em seu corpo. Junto dessas mudanças podem surgir alguns problemas típicos masculinos.

Na infância ou adolescência, existem várias dúvidas em função das mudanças hormonais de nosso corpo. Sem acompanhamento de um especialista e muita conversa, algumas alterações podem passar despercebidas e gerar problemas na vida adulta.

Depois, na vida adulta, um homem precisa estar preparado para uma vida sexual saudável e ativa, o que inclui tratar doenças ocasionais, as DSTs, que causam inflamações, irritação e/ou coceiras nas genitálias, ou mesmo tratar da infertilidade. Impotência e disfunção erétil estão entre os problemas mais temidos pelos homens e as causas são diversas, por isso é necessário um acompanhamento específico.

Assim como as mulheres procuram o ginecologista para tratar seus problemas, o público masculino também pode se direcionar ao urologista.

A andrologia estuda a saúde do homem, mais especificamente as funções reprodutivas e sexuais masculinas. Um andrologista realiza diagnósticos e prognósticos referentes a aspectos anatômicos, urológicos, biológicos e psíquicos do fator sexual masculino. É especializado no sistema reprodutor masculino.

Portanto, para estabelecer uma comparação, o andrologista está para o corpo do homem assim como o ginecologista está para o da mulher. Desde o momento em que o homem começa a ter vida sexual ativa, é de fundamental importância que ele seja acompanhado por um andrologista, da adolescência à terceira idade.

Há doenças bastante específicas, que podem receber um diagnóstico mais adequado quando analisadas por este especialista. Além disso, questões relacionadas a problemas de fertilidade, disfunção erétil e “andropausa”, que podem acometer os homens adultos, devem ser tratadas com um andrologista, que é também o profissional indicado para a realização da cirurgia de vasectomia.

CRM/MG 24182